Angelina H. S. Grimalking - No Heart Girl
RPG Wizengamot



 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se
NOVIDADES!! TEMOS UM DOMÍNIO DO QUAL VOCÊS TAMBÉM PODERÃO ACESSAR O RPG WIZENGAMOT, CLICANDO [url=rpg.harrypotter.uni.me]AQUI.[/url]
NOVATO? FAÇA SEU TESTE DO CHAPÉU, CLICANDO AQUI.
ESTAMOS EFETUANDO MUDANÇAS GERAIS E ATUALIZAÇÕES EM TODOS OS TÓPICOS DO FÓRUM, PEDIMOS QUE EVITEM POSTAGENS PELO INSTITUTO. QUALQUER DÚVIDA, CONTATE-NOS.
OLÁ! BEM-VINDOS, AO INSTITUTO RPG WIZENGAMOT!

Compartilhe | 
 
 Angelina H. S. Grimalking - No Heart Girl
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Angelina S. G. Wermöhlen
Sonserina
avatar

Postagens da Conta : 9
Idade do Personagem : 21

Identidade Bruxa
Casa: Slytherin
Ano Escolar: 05º Ano
Dom & Habilidade:

MensagemAssunto: Angelina H. S. Grimalking - No Heart Girl   Qui Jul 05, 2012 9:36 am

instituto rpg wizengamot

Sometimes I think I was born backwards, you know, come out my mum the wrong way. I hear words come pass me backwards ... People I should love, i hate. And the people I hate...


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------player
Nome do Jogador: Fabiana
Forma de Contato: brookebecwith@hotmail.com
Idade do Jogador: 12 anos.
Outros personagens no fórum? Não, no novo não.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------personagem
Nome Completo: Angelina Humphrey Scodelario Grimalking
Apelidos: Angel, Angie.
Título: Ravenclaw.
Nacionalidade: Inglaterra.
Idioma(s) Falado(s): Inglês, Francês, Português e Alemão.
Idade: 16 anos.
Casa: Corvinal.
Raça: Bruxa, Sangue puro.
Família: Decadente.
Posição Política: Leiga.
Grupo: Ravenclaw, Família Grimalking, Criaturas ∫ Seres, 4º ano.
Patrono: Gato-selvagem
Bicho-Papão: Uma barata.
Photoplayer: Jennifer Lawrence.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------atributos
Antes de qualquer cousa leia sobre os Atributos e os Novos Sistemas Complexos dentro do mesmo, e marque: Distribuição de Atributos Padrão ( ) - Distribuição de Atributos Personalizado (X) _______________________________________
Caso marque "Distribuição de Atributos Personalizado", você terá 235 pontos para fazer a distribuição inicial dos atributos Agilidade, Inteligência, Precisão, Concentração e Convicção.

Agilidade 50 / 100
Inteligência 80 / 300
Precisão 25 / 400
Concentração 30 / 100
Convicção 50 / infinity

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------propriedades
Salário: G$550,00.
Imóvel: Uma mansão na Alemanhã (Grimalking).
Varinha: 31 cm, Videira, Núcleo de Pêlo de Unicórnio.
Vassouras: Nimbus 2001.
Caldeirão: A cada compra no Beco Diagonal o usuário deve postar no forum Reivindicações para que esse campo em sua ficha seja preenchido.
Vestes - Uniforme: Uniforme da Corvinal.
Outros Objetos: --

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------características
Psicológicas: Angelina foi um tanto solitária, portanto não costuma confiar facilmente nas pessoas, na verdade é praticamente impossível que ela confie totalmente em alguém. Mesmo antes de se tornar vampira, preferia dias chuvosos ou nublados. Em sua infância foi uma garota boa, mas depois de alguns anos se tornou fria, ou melhor, com uma certa dificuldade em expressar sentimentos, principalmente tristeza e amor, que só os demonstraria em caso de extrema necessidade. Não pensaria duas vezes em passar por cima de alguém que lhe atrapalha ou faz mal, e é extremamente vingativa. Por outro lado, nunca faria mal a alguém que não lhe prejudicou em nada, costuma tratar os outros da forma que é tratada, não tem nenhum tipo de preconceito, mesmo achando trouxas um tanto idiotas. Tem quatro tipos de sorrisos: seu sorriso de verdadeira felicidade, seu sorriso cínico, e, os mais comuns, aquele que usa quando planeja vingança e seu sorriso falso.
Físicas: Nasceu com cabelos castanhos e ondulados, mas na adolescência os deixou loiros, um pouco depois da altura dos ombros. É magra e tem pele clara. Seus lábios são rosados e os olhos, verdes, com cílios não muito longos, porém não são curtos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------biografia
Eram 3 e meia da manhã do dia 28 de Novembro de 2026 em Londres, fazia frio, mas não tanto quando em Dezembro faria. Nesse instante nascia Angelina, filha de Elizabeth e James Humphrey Scodelario, um casamento mal-sucedido entre dois bruxos de sangue puro. Elizabeth era autoritária e insensível, e James era arrogante e não queria compreendê-la, o que gerou brigas por anos, até que naquele dia, se separaram. Angelina cresceu num vilarejo do mundo bruxo. Teve uma infância solitária e sua mãe nunca a compreendia. Sempre que perguntava sobre o pai, a mãe não a respondia e dava uma bronca. Mesmo assim, Angelina sempre teve um bom coração. Elizabeth tinha o hábito de ir fazer compras em Paris de tempos em tempos. Ela tinha ódio de trouxas, achava-os inúteis e a única coisa que valorizava neles eram as roupas que as lojas caras francesas vendiam.

Dezembro de 2035, Paris.

- Mãe, posso comprar um chocolate quente para mim? - perguntou a garotinha baixa de cabelos castanhos, apontando para uma cafeteria ao longe. Sua mãe estava em um dos raros dias em que acordara de bom-humor.
- Sim, querida, mas tome cuidado. - a mulher lhe entregou uma carteira de couro preto, e Angelina a guardou no bolso de seu jeans cinza. A estreita rua estava extremamente movimentada, e Angie se esquivava das pessoas com dificuldade, até que finalmente chegou na cafeteria. A menina abriu a porta de vidro da pequena loja e se deparou com duas filas não muito grandes. No fim de uma delas, havia uma garota da mesma altura de Angel, com cabelos castanhos ondulados que chegavam na altura dos ombros, vestindo um sobretudo bege, então Angelina a cutucou, perguntando:

- Aqui é a fila dos pedidos?

- Sim ... - a menina falou, se virando, e quando olhou para Angelina reprimiu um grito. Eram idênticas. - Angelina ...

- Como sabe o meu nome? Quem é você? - perguntou Angel, assustada.

- Sou Claire Mandy Humphrey Scodelario, filha de James e Elizabeth Huphrey Scodelario. Nasci dia 28 de Novembro de 2026, e meus pais se separaram naquele dia. Fui morar com meu pai, em Paris, e minha mãe levou minha irmã gêmea, Angelina, para o mundo bruxo. Meu pai me disse que se algum dia te encontrasse, para lhe dar isso. - mesmo tendo nove anos, Claire era mais inteligente do que qualquer um de sua idade, e era muito madura. Mas talvez não mais do que Angelina. Claire entregou um papel com o endereço de seu pai à irmã, que guardou no bolso de seu jeans, e a partir deste dia, levava o papel a qualquer lugar que ia, por pura intuição. E ela estava certa. No momento em que soube do que estava acontecendo, sentiu raiva. Raiva por nunca terem a contado nada, raiva por ser sempre excluída, raiva por tudo.

- O que vai querer? - perguntou a balconista mal-humorada. Ignorando-a, Angelina saiu da cafeteria.


A infância de Angelina foi muito solitária, e, mesmo não querendo admitir, sempre quis ir morar com seu pai e Claire. Um ano depois, Elizabeth decidiu voltar a Paris. E infelizmente, ou felizmente, foi a última vez.

Dezembro de 2036, Paris.

As paredes bege do quarto de hotel e o piso cor de caramelo eram perfeitos. Assim como os armários, as duas camas, as cortinas e o resto dos móveis. Perfeitos. E não combinavam nem um pouco com o dia que Angelina estava tendo. Pegou o telefone, e procurou o papel no bolso do jeans preto.

- Bonjour? - perguntou ela, com a voz assustada e triste.

- Bonjour, qui est ce? - a voz alegre de Claire era contagiante, mas não conseguiu melhorar o humor de Angelina naquela hora, e uma lágrima caiu de seu olho esquerdo.

- Claire ... - a voz de Angel estava fraca - Preciso da sua ajuda ... e do meu pai. - era muito estranho e desconfortável para Angie falar que precisava deles, afinal, só havia visto sua irmã uma vez e nunca vira seu pai.

- O que aconteceu? - a voz de Claire se sobressaltou, preocupada.

- Minha mãe infartou. Podem vir aqui? - Angelina deu o endereço do hotel em que estavam, e observou o corpo da mãe morta na outra cama. Como ainda não sabia usar magia corretamente, não podia fazer nada. E isso a matava por dentro.


Depois da morte de sua mãe, nada foi como ela esperava. Foi melhor. Viver em Paris com seu pai e suas irmãs foi a melhor coisa que acontecera em sua vida, pelo menos até seus 15 anos. Sim, foi exatamente o que eu disse, suas irmãs. Quando fora morar na França, descobriu que antes de seus pais se separarem haviam tido uma outra filha, Samantha, que agora tem 20 anos. A casa de James era grande e perfeita. Dois andares, os quartos tinham varandas e os móveis eram caros. Quando fizeram 11 anos, as irmãs receberam a carta para Hogwarts, porém somente Angelina foi, Claire ingressou em uma escola de magia menos conhecida, e somente anos depois foi para Hogwarts. A única pessoa com a qual Angelina realmente se preocupava e se importava era Claire, pois considerava ser sua única amiga de verdade. Seus primeiros anos em Hogwarts foram um tanto entediantes, e sempre sentiu muita falta da irmã, na verdade era a única coisa que sentia falta, elas eram gêmeas não só na aparência, mas como nas atitudes. Completamente iguais por muito tempo, até Angelina completar 16 anos. A garota boa e gentil virou rebelde e revoltada. E de anjo, ela tinha somente o nome e o rosto.

- Angelina! Angelina! - gritou Claire, assim que eu acabei de abrir a porta da minha casa - Você pode pegar o spray hidratante para mim? - ouvi sua voz saindo do quarto grande e arejado, então voltei ao banheiro e peguei o produto trouxa para cabelos. A casa era realmente grande, e os quartos eram excepcionalmente bem decorados, o de Claire era de um tom bege com detalhes em dourado, e, na minha opinião, perfeito. Andei calmamente até seu quarto e deixei o objeto em cima da cama. Claire tentava fazer um penteado que vira em uma revista trouxa, sua admiração por eles era um tanto exagerada na minha opinião, e até ridícula, mesmo eu não tendo muita coisa contra eles.

- Obrigada!

Saí do quarto e logo em seguida, de casa. Eram cerca de meia noite, e eu estava indo para a festa de uma amiga minha, que cismava em fazer sua festa no mundo trouxa. Olhei para os lados da rua, ventava e estava deserta. Ouvi um gato miar do lado esquerdo da minha casa e corri, achando que era Sally. Como eu era idiota ...

- Sally! Sally! Volte para casa! - estava correndo, até que fui parar em uma, digamos, mini floresta, atrás da minha casa. Não via nada que não fossem árvores. Me agachei e observei o gato. Era preto, com olhos verdes. Não, não era Sally. Sally tinha pelos marrom-escuros com, digamos, mechas, cor de caramelo, e seus olhos eram dourados. O gato andou um pouco e rapidamente se transformou em um homem, mais ou menos com a minha idade, que sorriu. Não sabia por que, mas ele me deu medo. Fui alguns passos para trás, mas tropecei na raiz de uma árvore, e caí. Tentei ir rastejando para trás, mas ele segurou meu tornozelo. Como eu era estúpida, aquilo não adiantaria em nada ... Absolutamente nada.

- Não tão longe, querida. - falou ele, que instantes depois, avançou em meu pescoço e o mordeu. Gritei, na esperança de que alguém ouvisse me salvasse daquela criatura, mas o tempo passou e ... nada. Aquilo doía e me sentia fraca com o tempo, como se fosse morrer. Concluí que estava sendo morta por um vampiro. Ele descravou os dentes e aquilo foi um alívio. Minha visão estava um pouco embaçada, mas enxerguei a criatura limpar o sangue com a manga do antebraço e correr. Com o tempo, me senti mais forte, minha visão ficou melhor do que nunca esteve e me levantei. Corri até minha casa e vi meu rosto, no espelho. Eu estava ... linda.


Durante o tempo que morou com seu pai, decidiu se dedicar à aprender outras línguas. Como ele tinha vários amigos da Alemanhã que frequentavam sua casa, praticamente foi obrigada a aprender aquele idioma. Depois de inglês e francês, português sempre fora seu idioma preferido, e durante aqueles anos fez de tudo para aprender o máximo.

A vida de Angelina morando na casa do seu pai era muito boa, mas como nada é perfeito, Angel e seu pai tiveram uma briga séria, e, por sorte, ela descobre que tem uma tia por parte de mãe, Jasmin, que mora na Alemanhã e tinha sua guarda.

Fevereiro de 2042:

Férias eram sinônimo de tédio para Angelina. Havia passado algum tempo em Hogwarts e depois voltou para casa, pura estupidez. Os dias pareciam ser iguais, e ela já estava completamente cansada disso tudo, mas as aulas também a matavam. Idecisão deveria ser seu nome. Eram cerca de 6 horas da tarde, quando Angelina finalmente decidiu sair do seu quarto e fazer alguma coisa que prestasse. Depois de um banho morno demorado a garota foi até a varanda de seu quarto, coisa que não fazia há um certo tempo. Abriu as portas e sentiu o vento bater em seu rosto. Observou as árvores e tentou ficar feliz pelo menos porque não fazia sol, quando viu, ao longe, uma coruja chegando. Pousou nas grades da varanda e soltou a carta. Se Angelina não fosse rápida o bastante, teria caído nas árvores. Abriu o envelope e nem quis ler o que nele estava escrito, somente leu a carta. Era de alguém chamada Jasmin Grimalking Montechio, e ela se perguntou se conhecia alguém com esse nome, e realmente lhe era familiar, sua mãe havia dito algo sobre essa pessoa, mas o quê? Então finalmente leu o conteúdo da carta. Jasmin dizia ser sua tia e ter sua guarda, e que sua mãe havia pedido que ficasse com ela se por acaso morresse ... Mas já haviam passado 7 anos ... Ela se lembrou da noite em que sua mãe fora queimada, sim, quando morresse ela queria ser queimada, e assim seu pai fez. A queimou, e poucas pessoas sabiam de sua morte. E Jasmin, por exemplo, dizia que só teve conhecimento da morte esse ano. Então, antentamente, Angelina lia a última frase da carta.

"Não posso deixar de atender o pedido de sua mãe. Amanhã estarei aí."

Novamente o sentimento de irritação tomou conta de Angelina, e ela se questionava o por quê de sempre esconderem tudo dela, de nunca saber dos detalhes da própria vida ... Havia brigado com seu pai recentemente, então não tinha nada a perder em se mudar para a casa de sua tia ... Rasgou a carta, depois jogou na lareira de seu quarto e colocou fogo. Pegou suas malas no armário e jogou suas roupas de qualquer jeito, paciência era uma qualidade que Angelina não tinha e, provavelmente, nunca teria.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

Angelina H. S. Grimalking - No Heart Girl

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» [Avaliar] Wallpaper Minecraft Creeper and Girl Creeper
» [FC] - Hit Girl - Mindy McCready
» {Yue; The dark Moon} — The girl without a heart —
» Mega Colecção de mapas (6 Volumes - 2GB) Condado BraveHeart
» Stones para evoluir pokemons.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
RPG Wizengamot  :: Interatividade :: Querido Diário-