Miss Bitch Slytherin
RPG Wizengamot



 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se
NOVIDADES!! TEMOS UM DOMÍNIO DO QUAL VOCÊS TAMBÉM PODERÃO ACESSAR O RPG WIZENGAMOT, CLICANDO [url=rpg.harrypotter.uni.me]AQUI.[/url]
NOVATO? FAÇA SEU TESTE DO CHAPÉU, CLICANDO AQUI.
ESTAMOS EFETUANDO MUDANÇAS GERAIS E ATUALIZAÇÕES EM TODOS OS TÓPICOS DO FÓRUM, PEDIMOS QUE EVITEM POSTAGENS PELO INSTITUTO. QUALQUER DÚVIDA, CONTATE-NOS.
OLÁ! BEM-VINDOS, AO INSTITUTO RPG WIZENGAMOT!

Compartilhe | 
 
 Miss Bitch Slytherin
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Katerina P. Grimalking
Sonserina
avatar

Postagens da Conta : 12

Identidade Bruxa
Casa: Slytherin
Ano Escolar: 7º Ano
Dom & Habilidade:

MensagemAssunto: Miss Bitch Slytherin   Ter Jun 05, 2012 7:28 pm



BEM MAIOR PARA QUE, QUANDO SE PODE TER TUDO PARA SI MESMA? — {FUCK.YOU!

Olhai-vos o que surge do lado oeste da Grã-Bretanha. É a gloria, o poder. A bendita força chamada. Ministério da Magia. Que vem vós consumir. Libertando-nos da escuridão. Dando em nossas mãos o poder de finalmente reinar. Bendita seja a Ministra da Magia. Que com suas abeis mãos. Livrou-nos da escuridão. Benditos sejam os Duques da Chama. Que vieram em suas vassouras distribuíndo a salvação. Bendito seja o novo domínio sobre a terra. O Ministério da Magia. Que com seu culto aprendizado. Nos livrou da destruição.
instituto rpg wizengamot

off gostosa

Nome do Jogador: Bruna.
Forma de Contato:kat_mcfield@hotmail.com
Idade do Jogador:15 anos
Outros personagens no fórum?Sim. Heidi Jane Hudson, Scarlet J. A. Heatiifily e Jasmin G. Montechio.


personagem

Nome Completo:Katerina Petrova Callaghan Grimalking Slytherin
Apelidos: Kat, Kath, Katty
Título: Heirdeira de Slytherin e Monitora-Chefe
Nacionalidade: Inglesa.
Idioma(s) Falado(s): Inglês, latim e Alemão
Idade: 17
Casa: Slytherin
Raça: Bruxa, Puro-Sangue.
Família: Influente.
Posição Política: Libertária. Apoiante do Partido Libertário Bruxo. A favor do Regime Totalitário.
Grupo: Heirs of Hogwarts, Conjuje de Hogwarts, Conjuje de Londres, Monitores-Chefes, 7 ano, Família Callaghan, Família Grimalking, Slytherin.
Patrono: Pantera
Bicho-Papão: Morte.
Photoplayer:Nina Dobrev
atributos

Antes de qualquer cousa leia sobre os Atributos e os Novos Sistemas Complexos dentro do mesmo, e marque: Distribuição de Atributos Padrão (X) - Distribuição de Atributos Personalizado ( ) _______________________________________Caso marque "Distribuição de Atributos Padrão", terá nos atributos Agilidade, Inteligência, Precisão, Concentração e Convicção. Os seguintes pontos de acordo com o Sistema Dinâmico de Duelos, Quadribol, Poções, e Ofícios:


Agilidade 25 / 100
Inteligência 75 / 300
Precisão 50 / 400
Concentração 10 / 100
Convicção 75 / infinity


propriedades

Galeões & Conta Bancária: Aproximadamente G$ 5.300.000,00. Conta Número 199#.
Salário: G$2.500,00.
Imóvel: Mansão Callaghan.
Varinha: Carvalho, 32 centímetros, Núcleo de cabelo de veela.
Vassouras: Firebolt.
Caldeirão: Grande de Prata.
Vestes - Um casaco de pele de cor preta com o brasão de Slytherin, uma blusa branca apertada, uma gravata nas cores verde e prata, uma saia preta de pregas e uma bota preta de cano longo e salto alto.


características


Psicológicas: Katerina é uma garota acostumada desde cedo, a ter tudo que quer. Não é uma pessoa sádica que sente prazer em matar ou ver outros sofrerem. Mas é sim egoísta e pouco se importa com as outras pessoas, o que elas pensam, sentem, ou acham, a não ser que isso influencie diretamente em si própria. Ela seria capaz de fazer o que quer que fosse para atingir seus objetivos. É teimosa, orgulhosa, e também preconceituosa, mas apesar de tentar escondê-los, tem sentimentos, e quando ama, ama intensa e incondicionalmente, ainda que não o saiba ou não o transpareça.

Físicas: Kat não é alta nem baixa, é morena, e tem longos e compridos cabelos castanhos que batem na altura de sua cintura. Seus olhos são grandes e cor de chocolate, envolto por grossos e compridos cílios. É muito meticulosa em relação a sua aparencia, cuidando sempre muito bem da mesma a fim de sempre estar "perfeita" sua pele e cabelos sedosos são devidamente hidratados e tratados toda a semana. Seus lábios encontram-se em um sorriso quase constante, que é quase sempre frio e cínico.



biografia

Família:Na sua família por parte de mãe, Grimalking, só existem 3 pessoas que valhem a pena mencionar aqui. Sua irmã Elle, a qual Kat ama mais do que qualquer outra pessoa, embora não deixe isso transparecer, seu irmão Jensen com o qual tem uma relação de frieza e afastamento e ódio mútuo, e sua prima Demetria, que é sua melhor amiga. Na família Callaghan só existe uma pessoa que valhe a pena mencionar, e este é Dean, seu irmão mais novo. Katerina e Dean vivem se implicando sempre mas no fundo ela o ama, embora nunca em sua vida irá admití-lo. Relacionamentos esteriores a família somente seu namorado Brent, com o qual tem uma longa história de amizade ciúmes e amor desde o 4 ano.

História: Katerina Petrova Callaghan Grimalking, filha de Francisco Bristol Ottero Cartegiane D'Aragon Forster Callaghan Armgard Walker Gutenberg Armstrong VI, e de Rosalie Victoire Petrova Grimalking, não fora uma filha planejada nem desejada, a gravidez pegou de surpresa toda as duas famílias, em especial a Callaghan, por parte de seu pai, que era e continua até hoje sendo uma das mais influentes famílias bruxas do mundo. Pouco depois de seu nascimento, ela foi morar com sua família por parte de mãe, que apesar de não ser nem de longe tão influente e poderosa quanto os Callaghan, mantinham impecávelmente a tradição do sangue-puro, e descendia de uma linha direta do fundador de Hogwarts, Salazar Slytherin.

Dois anos depois, juntou-se a família Grimalking, seu meio-irmão Jensen Slytherin. Que apesar de carregar o mesmo nome que o seu, e vir da mesma família, desde pequenos a relação entre esses dois irmãos não era nada agradável, ambos eram frios egoístas e não conseguiam enchergar nada além de seus próprios umbigos. Eram demasiadamente parecidos para conviverem armoniosamente. Herdeira do único fundador que algum dia admirou, Katerina se orgulhava de ter em seu nome a marca de sua pureza de sangue.

Quando Katerina tinha apenas 4 anos, um desastre chocou toda sua família. Sua mãe, Rose, como era conhecida, havia falecido de uma longa doença que ela havia adquirido e tratado de esconder durante 2 anos, período em que esta se recuperava da gravidez de Jensen. O impacto da morte da mãe afastou mais do que nunca os dois irmãos que se após disso se falavam, era apenas para trocar ofensas.

Por outro lado, a morte repentina de sua mãe havia fortalecido mais do que nunca sua relação com sua irmã mais velha Elle, que a partir daí passou a cuidar dela como sua própria filha. Porém Elle apesar de amar muito sua irmã mais nova era apenas uma adolescente, e não lidava muito bem com a pressão de ter que cuidar de alguém, tão nova, o que a fez aos 12 anos fugir de casa. Katerina jamais culpara sua irmã por tê-la abandonado, compreendia que isso deveria ter sido difícil para ela, afinal, até então Elle era a única pessoa com a qual Katerina genuínamente se importava.

Os anos foram se passando, e todas as qualidades de Katerina foram aumentando, amplificando-se gradativamente, bem como seus defeitos. Aos sete anos a garota ganhou sua primeira varinha, 32 centímetros, feita de carvalho e com núcleo de fio de cabelo de veela, a varinha tal como sua dona, era um tanto temperamental, o que fazia dela simplesmente perfeita para Katerina.

Aos 11 anos, Kat, como gostava de ser chamada, recebeu duas cartas. Uma de Hogwarts anunciando sua vaga garantida na escola, e outra para Nachtschatten, uma escola de Magia e Bruxaria da Alemanha, perto de onde ficava a mansão Grimalking. Após muito refletir, Katerina decidiu-se por ir na escola Alemã, juntamente com sua prima Demetria, que com uma enorme rapidez havia se tornado sua melhor amiga.

Em seu primeiro ano na escola, Katerina reinvindica seu direito de transferencia para a escola de Hogwarts, se esse for seu interesse, em algum dos anos que se seguiriam em Nachtschatten, e Demetria que a esse ponto já havia se tornado sua amiga inseparável faz o mesmo. As duas juram que se algum dia uma das duas desejar se transfeir para Hogwarts, então a outra faria o mesmo. Pela influencia da família das duas na Alemanha, o diretor foi obrigado a concordar com o requerimento das garotas e organizar pra elas uma especial cerimônia de seleção, que apesar de não ser nescessária para Nachtschatten, era essencial para uma possível transferência para Hogwarts. Foi preciso então que o Chapéu Seletor fosse enviado a Alemanha, para que as duas meninas, presentes diante dos diretores de ambas escolas e de suas famílias realizassem a cerimônia de Seleção. O chapéu mal tocou a cabeça de Katerina e já anunciou bem alto Slytherin. Demetria foi para a mesma casa de sua prima.

O resto do ano, foi como Kat se refere a ele, como o ano mais chato de sua vida. Aulas monótonas, e feitiços sem graça. Ela não se contentava com isso. Em ser simplesmente uma aluna em meio a todos os outros, ela vinha de duas famílias nobres, tinha no sangue o parentesco com Salazar Slytherin, falava latim e inglês como nativa, desde pequena, apesar de sempre ter morado na Alemanha.

Seu segundo ano foi ligeiramente diferente. Apesar de sempre ter tido ciência de sua Herança de Slytherin, Katerina nunca havia realmente compreendido seus dons, nem muito menos os utilizados. Eis que um dia de primavera na escola, o céu estava ensolarado e as aulas foram canceladas a fim de se aproveitar o sol que raramente era visto por aquelas terras. Como todos os outros alunos, Katerina e Demetria saíram da escola e sentaram-se no jardim para conversar, só que não se contentavam com isso. Afinal, ficar sentadas conversando, elas poderiam fazer em qualquer lugar... Então decidiram sair dali, e correram até uma floresta de pinheiros que cercava o castelo. Era uma típica floresta Negra alemã. Nem um raio sol passava por cima da copa de suas árvores, as duas acenderam as varinhas com o feitiço lumos e começaram a andar.

Estavam correndo e brincando infantilmente, o que em sua opinião, seria atémais divertido se na época já bebêssem álcool. E então ouviram um silvo e o barulho de alguma coisa rastejando por entre as folhas mortas na terra em que pisavam. Uma cobra. Mas o mais bizarro não era simplesmente estarem em uma floresta e se depararem com uma cobra, e sim, Kat poder entendê-la. A medida que ela ia se aproximando, mais era possível distinguir o que ela dizia. Bruxos invadindo a floresta toda hora, todo dia... Pestinhas, crianças infernais...
Desculpe-me, não queríamos incomodá-la Katerina disse à cobra. Deme olhou para a amiga como se estativesse enlouquecido de vez, e Kat a ignorou. Não era de seu feitio se desculpar a ninguém, mas a uma cobra zangada e rabugenta aquela parecia a opinião mais sensata. A cobra se aproximou de Katerina.

Você me entende garota? A cobra perguntou, logo em seguida completando Como se chama, garota? A garota não exitou. Para essa pergunta a resposta já estava na ponta da lingua Katerina, Katerina Slytherin. E o seu? a cobra respondeu prontamente Meu nome é Pandora, Srta. Slytherin Dei um sorrisinho cínico Bem, pandora, eu acho que sei o lugar perfeito pra você... Era possível cobras sorrirem? A garota pensou. Provavelmente devia ser maluquice de sua cabeça, mas ela poderia jurar, que se cobras pudessem sorrir, esta estaria sorrindo.

Depois dessa nova descoberta, Katerina contou sua conversa com Pandora para Demetria e a partir disso, ia todo dia sempre que podia, ia para a floresta conversar com ela, e ao longo dos dias pode ve-la crescendo absurdamente, algo que não era natural, não para uma cobra normal... Não demorou muito para ela perceber que a cobra não era uma cobra qualquer e sim um basilisco. Então soube que não poderia mantê-la escondida por muito tempo, mas precisava escolher a hora certa para libertá-la.

Acontece que no terceiro ano, Pandora escapou, ela agora já havia atingido um comprimento de aproximadamente 3 metros, apesar de ser jovem. Não tive muito tempo para falar com ela, mas ela soube, pelas nossas conversas anteriores que ela não deveria atacar ninguém que fosse de sangue-puro, e assim tudo aconteceu. 12 assassinatos e 2 petrificações de mestiços e sangues-ruins, em 4 dias. A primeira a ser culpada pelos assassinatos, foi é claro, a declarada Herdeira de Slytherin, ofidioglota que odiava mestiços e sangues-ruins. Era verdade que Kat pouco se importava com a perda de tantas pessoas, mas dessa vez, ela não fora tecnicamente a culpada. Estava na hora de utilizar o direito que ela havia adquirido assim que tivera sua seleção. Katerina iria pra Londres morar com sua outra família e estudar em Hogwarts, sendo expulsa de da sua antiga escola por supostamente ter cometido 12 assassinatos e 2 petrificações.

Assim que chegou em Londres e começou a conviver com sua outra família, Os Callaghan, percebeu que tudo seria muito diferente de sua antiga vida na Alemanha. Ao contrário da família Grimalking, na qual ela era o centro das atenções, a influente e poderosa família de seu pai parecia nem sequer notar sua presença, suas atenções sendo inteiramente tornada para seu irmão mais novo, Dean, ao entorno do qual todos pareciam orbitar. Katerina sempre havia gostado de ser o centro das atenções, mas entendia que naquela família ela nunca o seria... Por enquanto.
Seu irmão mais novo, Dean apesar de arteiro e causador de umas das maiores confusões da história de Hogwarts, era no fundo, um verdadeiro Gryffindor. Assim que foi ao Olivaras pela primeira vez, revelou uma surpreendente mágica criando a primeira varinha de pelo de leão já existente, uma varinha, que pelo que soube era uma das mais poderosas que existiam, sendo superada apenas, por é claro, a famosa varinha das varinhas. Mesmo sem sequer se dar conta disso Dean tinha todo o potencial para se tornar um verdadeiro Herói. Katerina pessoalmente nunca havia tido muito tempo para heróis...

Mas a pessoa que mais a incomodava na família era definitivamente Zack Slytherin. Sim, outro descendente de Salazar. Zack era um garoto pomposo e arrogante que se achava no direito de se afirmar o melhor em tudo. Também muito semelhante a Katerina, mas dessa vez com o diferencial de roubar toda a atenção que sobrava. A família Callaghan tinha uma complexidade que poucos podem compreender. Alguns sendo heróis, outros vilões, mas todos cegos pelo poder que aquele nome os trazia. Zack não era inconsequente como Dean, e portanto toda vez que este fazia alguma besteira, Zack era o exemplo que por um tempo todos falavam que ele deveria seguir. Não demorou muito para Katerina perceber que não aceitaria ficar ali como qualquer uma, e que ter 2 herdeiros de Slytherin na mesma família não faria bem algum...Pelo menos para ela mesma. Mas não era só isso que importava?

Seu plano foi cuidadosamente arquitetado. Pandora fora trazida dentro de um caminhão de zológico, cujo motorista havia sido azarado com a maldição Imperius para deixá-la numa floresta na Inglaterra, que era mais conhecida pelos alunos de Hogwarts, como a floresta proibida. Depois, tudo que ela teve que fazer era fazer Zack ganhar uma detenção e pronto! Ele encontraria um basilisco na floresta proibida e como todo bom Herdeiro de Slytherin não a deixaria escapar. Zack arrumou um jeito de levar o basilisco para o castelo e escondê-lo na câmara secreta, aonde estaria seguro e pronto para ser liberto e cumprir seu propósito de matar todos os sangues-ruins e mestiços da escola. A idéia de Katerina era simples. Antes que Zack resolvesse libertar o basilisco, ela como a “boa-moça” que era, iria falar com seu irmão Dean e o chamaria para entra na câmara, supostamente para que este pudesse matar o basilisco e salvar o colégio, quando na verdade queria apenas atiçar Pandora contra Zack, para que esta o matasse e depois seu irmão mataria o monstro com a espada de Gryffindor, fazendo Katerina sair como a vítima inocente da história, e tirando para sempre Zack da jogada.

Seu plano não funcionou exatamente como planejava. Zack deveria ter feito o mesmo que ela, e conversado também com o basilisco, pois este obedecia aos dois igualmente e portanto nunca mataria seu primo. Katerina retirou a varinha das vestes e iniciou um duelo contra seu primo enquanto seu irmão que como todo grifino, era corajoso, forte, mas não via um palmo na frente do rosto, lutava contra o basilisco que investia fatalmente contra ele. Em um impulso de ajudar o irmão, Kat berrou em ofidioglossia para que o basilisco não matasse Dean, e por essa distração acabou sendo estuporada.

Depois disso não me lembro nada a não ser acordar na ala hospitalar, com Brent Devereaux do meu lado, seus olhos azuis encarando os meus de um modo hipnotizante. Ele e contou que foi ver o que estava acontecendo, e com um feitiço nocauteou Zack que morreu esmagado pelo basilisco que Dean havia matado. Meu plano poderia não ter ocorrido exatamente como eu imaginava, mas de certo modo fora até melhor...

É claro que Dean ganhou a maior parte dos créditos pelo feito, mas Katerina sinceramente não ligava... Pelo menos dessa vez, ela não buscava todo o crédito somente pra si. Na verdade, nem queria saber de quem ficaria conhecido por salvar as pestes dos sangues-ruins e mestiços. Queria mais que essa página de sua história fosse pra sempre esquecida. E sim, ela conseguira o que queria. Mais uma vez.

A partir do episódio da câmara secreta, Kat e Brent se aproximaram e se tornaram muito amigos, trocavam correspondencias nas férias, mas ambos eram muito implicantes e incensatos. Em seu 5 ano em Hogwarts, Brent conheceu uma garota, e os dois começaram a namorar, bem... Namorar não ela a palavra certa e nem “uma garota”. Ele, depois de seu irmão (tarado pra caramba) Dean, devia ser o garoto mais pegador que esta já conhecera. Era uma garota atrás da outra. E é claro que ela não se importava, por que se importaria? Afinal ele era apenas amigo dela. Ela não tinha direito nenhum sobre ele... Então por que ela ficava tão furiosa quando o via com uma garota? Esse ano aconteceria a festa dos veteranos, e ele iria. Katerina não queria saber, iria também, mas antes disso arrumou um suposto namorado. O garoto era alto loiro, e de olhos cor de Ambar. Era também sonserino, e preenchia todos os requisitos para o namorado perfeito. Apenas... Não era perfeito.

Poucos dias antes da festa, Katerina conheceu uma garota chamada Lilyane. A garota estava apenas há um ano atrás de Kat, no 4 ano. De início Kat e Lily se deram muito bem quando se conheceram, as duas eram malvadas e cruéis, eram quase gemeas de personalidade. Até que no dia da festa de veteranos as duas foram juntas e Katerina levou seu namorado. Acontece que ao decorrer da festa varias tentações ocorreram como danças sensuais, drogas e bebidas fortes. Por um acidente Lily acabou dormindo com o namorado de sua amiga e Kat, que não estava ainda muito sem noção pegou os dois na cama. Mesmo não realmente tendo gostado de seu suposto namorado, desde então, Kath fez um voto de juramento de que faria tudo para estragar a vida de sua "amiga" lilyane. Lily, por diversas vezes tentou se desculpar mas vendo que seus esforços foram um fracasso começou a entrar no mesmo jogo em que Katerina estava e as duas se tornaram inimigas declaradas.

A princesa verdinha (apelido que recebeu após vários ocasiões nas quais Katerina mandava nas pessoas como se todas elas fossem seus criados somado com o fato de Kat vir da família mais influente rica e poderosa e ter sempre tudo que queria) retorna a Hogwarts em seu 6 ano. Todas as suas emoções para com as pessoas que conhecia se amplificaram drásticamente. Demétria se tornou mais do que nunca sua melhor amiga, as duas se encontravam durante as férias e trocavam cartas todos os dias. Enquanto a inimizade entre Lilyane sómente crescia, as duas brigavam e discutiam sempre, e as duas sendo uma, a monitora-chefe da Slytherin e a outra, monitora da Gryffindor, não conseguiam se encontrar sem criar confusão e meter na linha de tiro outros alunos que nada tinham a ver com isso. Quanto ao seu relacionamento com Brent, no final desse ano os dois deixaram a teimosia de lado e começaram a namorar. Essa ano foi também o ano no qual Katerina começou a se interessar por política, seguindo as idéias de seu irmão Dean, e tornando-se a Inquisidora-Chefe Conjujes de Hogwarts. Apesar de nunca ter tido grande interesse em política, em parte por que pouco se importava com as outras pessoas, mas a idéia de construir um mundo aonde os trouxas seriam finalmente subjulgados a vontade dos bruxos, a atraia demais para ser ignorada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

Miss Bitch Slytherin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Miss ESC 2014
» Aerosmith.
» Miss ESC 2015
» Miss ESC 2017 - Semifinal 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
RPG Wizengamot  :: Interatividade :: Querido Diário-